Douro Boys lançam edição limitada de vinhos com vendas únicas em leilão

Douro Boys

 

Evento acontecerá em Portugal e lances também poderão ser dados por telefone

Protagonista de uma nova geração de enólogos do Douro, em Portugal, Tomás Roquette, da Quinta do Crasto, comemora os 15 anos do Douro Boys, um dos projetos mais simpáticos do mundo do vinho, criado a partir da união de cinco vinhateiros para promover os rótulos e a região do Douro dentro e fora do país.

Juntamente com Tomás, compõem o quinteto os enólogos João Ferreira Álvares Ribeiro, da Quinta do Vallado; Dirk van der Niepoort, da Niepoort; Cristiano Van Zeller, da Quinta Vale D. Maria; e Vito Olazabal, da Quinta do Vale Meão.

Em celebração aos 15 anos do projeto, serão apresentadas as novas safras de dois vinhos criados pelos cinco garotos do Douro: o Douro Boys Red Wine Cuvée 2017 e o Douro Boys Vintage Port 2017. Quem quiser adquirir os rótulos deve se preparar, pois as vendas acontecerão exclusivamente em um leilão, no dia 10 de outubro, no Six Senses Douro Valley, em Portugal. Os lances também poderão ser entregues por escrito ou por telefone no dia do evento.

Peter Mansell, licitador especialista em vinhos da Christie’s, em Londres, será o responsável por conduzir o leilão e bater o martelo. Além dos dois vinhos Douro Boys, serão leiloadas raridades das caves do quinteto, experiências com os produtores, estadias em hotéis e degustações.

Para a elaboração dos novos Douro Boys Red Wine Cuvée e Douro Boys Vintage Port, cada enólogo selecionou sua melhor barrica de vinho tinto e sua melhor pipa de Porto Vintage da safra 2017. “Foi uma colheita impressionante no Douro. Escolhemos o excepcional entre o que já tínhamos de melhor para os blends Douro Boys”, resume Tomás.

As inscrições para participar do leilão vão até 25 de setembro. Para obter todos os detalhes é preciso entrar em contato com a Wine&Partners em Portugal pelo telefone +43 1 36 9 79 90 ou pelo e-mail i.kitzwoegerer@wine-partners.at.

Sobre os Douro Boys

O Vale do Douro era ainda mais ou menos desconhecido, ‘ficava algures na Europa Ocidental’, quando Jorge Roquette, João Ferreira Álvares Ribeiro, Dirk van der Niepoort, Cristiano Van Zeller e Vito Olazabal, em 2003, tiveram a ideia de criar o grupo ‘Douro Boys’. Queriam dar a conhecer ao mundo sua região vinícola natal, levar ao mercado global seus vinhos tintos e reposicionar os vinhos do Porto no mercado. Conseguiram todos estes objetivos. Hoje, o Vale do Douro aparece como uma seção indispensável em qualquer carta de vinhos sofisticada. Informações: www.douroboys.com.

Sobre a Quinta do Crasto

Situada na margem direita do Rio Douro, a propriedade pertence à família há mais de 100 anos. Crasto deriva da palavra portuguesa “Castro”, que significa forte romano. Dos cerca de 130 hectares, 72 são ocupados por vinhas implantadas em diferentes sistematizações, com idades entre 8 e 95 anos, integrando cerca de 30 castas recomendadas para a Região Demarcada do Douro. Produção de Vinhos DOURO DOC e categorias especiais de VINHOS DO PORTO.

No Brasil, os vinhos da Quinta do Crasto são importados pela Qualimpor: www.qualimpor.com.br.

Divulgação: CH2A Comunicação

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR