Fabricante brasileira participa da SAKECOMPETITION 2019, no Japão.

SAKECOMPETITION 2019

 

Única marca brasileira convidada, a Sakeria & Destilados concorre com duas de suas bebidas, o Sake Thikará Gold e o Sake Ryuujiin.

Concorrendo com fabricantes dos EUA, Canadá, Reino Unido, Espanha, Nova Zelândia e outros, a Sakeria & Destilados, empresa genuinamente brasileira, participa da SAKE COMPETITION 2019, evento que reúne as melhores marcas da bebida no mundo e visa fornecer um padrão de qualidade nos saquês produzidos dentro e fora do Japão.

Na categoria “Produzidos no Exterior”, a Sakeria & Destilados apresenta dois de seus produtos, o Sake Thikará Gold e o Sake Ryuujiin. “O primeiro é um saquê do tipo honjouzou, feito com arroz grão curto polido em 30%, com adição de álcool destilado. Ideal para ser apreciado puro ou com frutas. Já o Sake Ryuujiin, é da categoria Shokumai – com arroz polido em 40% e leva um koji importado da região japonesa de Akita. É um saquê mais encorpado e ideal para ser apreciado puro”, explica Paulo Busch, sócio da empresa.

A SAKE COMPETITION começou em 2012 com o intuito de estabelecer novos padrões para que os consumidores possam encontrar saquês verdadeiramente saborosos e de qualidade, independentemente da marca ou região de produção. Dessa forma, o método utilizado na avaliação é o chamado “às cegas”, onde a marca do saquê é completamente encoberta e os juízes não sabem, sequer, de que país é a bebida em julgamento.

A avaliação será realizada nas categorias: Honjouzou, Junmai Ginjo, Junmai Daiginjo, Sparkling e Licor com produção dentro e fora do Japão. Poderão participar somente marcas vendidas no mercado entre 1º de julho de 2018 e 31 de dezembro de 2019. Os exames serão realizados em Asakusa, Tóquio e os vencedores serão anunciados em cerimônia de premiação que acontecerá em 10 de junho.

“Para nós da Sakeria & Destilados é uma grande oportunidade para mostrarmos que nossas bebidas estão entre as melhores do mundo. Queremos provar que não há necessidade de ir ao Japão para tomar um bom saquê ou pagar caro por um produto importado”, finaliza Paulo.

Sobre a empresa

Em 2010, motivado pela percepção da carência apontada no mercado brasileiro, que até então dispunha de apenas uma fábrica de saquê, o empresário Paulo Busch associou-se ao químico especializado em bebidas, Gerson Carvalho, para criar o Sake Thikará.

À época, contaram também com a expertise do filho de um imigrante japonês que havia chegado ao país no navio Kasato Maru, que, em 1908, transportou o primeiro grupo de imigrantes desse país ao Brasil.

Apaixonado pela culinária e pela cultura oriental, Paulo, que é oriundo de Mogi das Cruzes, cidade com forte presença da colônia japonesa, já possuía vasta experiência no mercado on trade, o que foi um ponto facilitador na nova empreitada.

“Muito além de produzir um saquê de alta qualidade, comparado aos melhores fabricados nos quatro cantos do planeta, nossa ideia maior sempre foi homenagear a grande colônia japonesa existente em nosso país”, explica Busch.

Divulgação: MCAtrês Assessoria em Comunicação e Marketing

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR