Linha Flair, da Vinícola Legado, completa 10 anos e se consolida como um novo clássico entre espumantes brasileiros

Espumantes Linha Flair

Linha mais premiada da vinícola conta com três rótulos elaborados por método champenoise

Com quantos anos de história um vinho já pode ser considerado um clássico? Na Itália, as primeiras documentações que citam o mais famoso vinho toscano, o Chianti, datam de 1398. Já a denominação de origem controlada do famoso Vinho Verde, de Portugal, remonta a 1908. Mas e quanto ao Brasil? Segundo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o consumo per capita de vinho por aqui é de apenas dois litros por ano. Para comparação, o consumo dos portugueses é de 54 litros por ano, e os chilenos e argentinos consomem em média 17 e 23 litros ao ano. Em um país onde o mercado do vinho ainda engatinha e descobre aos poucos o potencial do produto nacional, o aniversário de 10 anos de um vinho produzido inteiramente em terroir paranaense é sim, motivo de comemoração.

E para a Vinícola Legado, de Campo Largo, a festa é dupla: neste mês de outubro, dois produtos de sua linha Flair – os primeiros a serem lançados na história da vinícola –  completam uma década. O lançamento da safra 2008 do Flair Brut, feito 100% de uvas viognier, e do Flair Brut Rosè, que é feito a partir de 100% de uvas merlot, aconteceu na festa de aniversário de sua fundadora, Heloise Merolli, em 1º de outubro de 2009. “O nome foi escolhido em votação direta entre as pessoas que já acompanhavam a implantação da vinícola, cujas primeiras parreiras foram plantadas em 1998”, conta Heloise, que explica que a palavra Flair significa fazer as coisas com estilo, graça e originalidade.

E estilo é o que não falta para os produtos. Feitos com o método champenoise – o método tradicional de Champagne – os espumantes Flair são recordistas de prêmios na casa: os três rótulos somam 14 prêmios, com destaque para a Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas 2018 conquistada para o Flair Nature, lançado em 2017; e para a recente medalha de ouro para o Flair Brut na Grande Prova de Vinhos do Brasil, em 2019.

“A cada ano, avaliações independentes vêm dado notas melhores aos espumantes da Legado, o que comprova a ótima adaptação das uvas escolhidas para compor nosso vinhedo, bem como das técnicas de manejo que empregamos no cultivo”, comenta a fundadora.

Novas tradições

Após o sucesso da safra de 2008, a Legado investiu em testes e melhorias para o lançamento das safras seguintes. A segunda safra da linha Flair a ser vinificada foi a de 2011, que chegou ao mercado com identidade visual repaginada em 2013. No ano seguinte, chegou o momento da vinícola inaugurar sua própria loja, que fica na entrada da propriedade.

Ainda em 2014, a vinícola apresentou novos produtos aos consumidores: o Sapienza Tinto, feito a partir do corte de uvas merlot e cabernet sauvignon, e a linha Sfizio, composta pelo Sfizio Fiano, Sfizio Viognier e o Sfizio Pinot Noir. “Esses dez anos representam a consolidação de um projeto que apostou no terroir paranaense para produzir vinhos finos de alta qualidade”, relata Heloise.

Divulgação: Apex Conteúdo Estratégico

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR