Mônica Paixão faz balanço de sua gestão no Le Canton

 

Executiva completa em dezembro quatro anos à frente do empreendimento e comemora resultados do complexo

A evolução de um empreendimento depende muito da dedicação de suas lideranças. No maior resort da serra do Rio de Janeiro, o Le Canton, experiência e motivação são as marcas registradas da diretora geral, Mônica Paixão. Com uma longa carreira no setor de hotelaria, Mônica completa, em dezembro, quatro anos no comando do hotel, que se renovou completamente e vem conquistando desempenho recorde no setor.

De 2015 para cá, Mônica Paixão promoveu grandes mudanças, tanto em infraestrutura quanto na área comercial.  Neste período, foram inaugurados no complexo o Hotel Magique, o Canton Ville (área para entretenimento de pais e filhos) e um completo Spa, que leva a grife L’Occitane. Em 2018, o resort ganhou uma nova recepção, mais moderna e aconchegante. Agora em 2019, apresentou um renovado e sofisticado restaurante, com capacidade para até 500 pessoas. O parque aquático foi ampliado, e o número de quartos passou de 153 para 261.

Renovação constante do complexo hoteleiro e de sua programação são palavras de ordem na atual gestão. Mônica destaca também a criação do espaço multiuso, que vem recebendo grandes eventos para hóspedes e para a população local, já tendo sido palco de nomes como Thiaguinho e Alexandre Pires, além de uma intensa programação infantil, um evento cervejeiro e uma convenção de tatuagem, entre muitos outros eventos que compõe novas possibilidades de entretenimento aos hóspedes.

Para acompanhar tantas novidades, a equipe também foi ampliada e ganhou um novo escritório na Barra da Tijuca, que acomoda os times de atendimento, grupos, eventos, executivos comerciais, marketing, célula de performance e gerência de TI. No total, o Le Canton conta com 400 funcionários entre Rio e Teresópolis.

O resort também apresentou crescimento do Vacation Club, projeto de time sharing através do qual o cliente se torna proprietário de uma unidade, mas pode utilizar o crédito em outros parceiros no Brasil. Ao longo destes quatro anos, a receita do clube de férias no resort subiu de R$ 12 milhões para R$ 20 milhões. A previsão para o ano de 2020 é de R$ 23 milhões.

O meio ambiente e a sustentabilidade também são pontos importantes na gestão do empreendimento. Em junho do ano passado, o Le Canton foi campeão do Prêmio Firjan – Ação Ambiental 2018 na categoria Relação com Públicos de Interesse, com o projeto de Sustentabilidade Diária, que envolveu ações socioambientais junto à comunidade local. Também em 2018, tornou-se o primeiro resort do Brasil com certificação Carbo-Neutro.

Todas as mudanças foram pensadas para entregar ao mercado um empreendimento sempre renovado, com a capacidade de encantar e surpreender os clientes e suas famílias, muitas delas habitués, mas sem perder de vista o foco nos negócios: “Quando cheguei ao Le Canton, nós tínhamos um quadro negativo de 2.700 no Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, ou seja, a realidade financeira da companhia). Hoje, estamos com um cenário de R$ 7 milhões positivos. Além disso, nossa previsão para 2020 é de R$ 9.5 milhões”, comemora a executiva.  O faturamento do resort dobrou de 2015 para 2019, e em 2020 deve chegar a R$ 60 milhões.

Para 2020, Mônica anuncia mais novidades. “Teremos o crescimento de mais 15 unidades já para o mês de janeiro e investimento de quatro novas atrações para o Parc Magique. O próximo ano tem tudo para superar nossas expectativas e conquistarmos novos recordes”, completa.

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.