Vinho premium e raro do Tejo entra à venda na Sonoma

Vinho Quinta de São João

 

Não é à toa que a Pinhal da Torre é enaltecida como a detentora dos melhores rótulos do Tejo. Situada na região portuguesa de renome secular quando se trata da vitivinicultura, a vinícola guarda joias como a Pinhal da Torre “Quinta de São João”, cuja safra de 2008 acaba de chegar à pré-venda de Sonoma.

As uvas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz que compõem o vinho são provenientes de videiras plantadas ali entre 1947 e 1960, cultivadas em Quinta de São João, vinha homônima que Pinhal da Torre possui em Alpiarça.

Como resultado de um amadurecimento de 15 meses em carvalho francês, o sabor complexo, sedoso, bem equilibrado com taninos maduros, acidez de menta e fruta no fim de boca encantou Robert Parker, aclamado crítico internacional, que deu ao produto 92 pontos: “Não tem nada igual a isso no Tejo, equivale aos sérios tintos portugueses, cheio de fruta e nada óbvio”, comentou. Além disso, recebeu também 18.5 pontos (de 20) pela Revista de Vinhos de Portugal, onde é celebrado como um vinho “da melhor vinícola do Tejo”.

Sobre a melhor pedida para degustar o vinho, Alykhan Karim, CEO da Sonoma e especialista em vinhos dá a dica: “Com dez anos de guarda, o Pinhal da Torre ‘Quinta de São João’ 2008 se mostra maduro, ao mesmo tempo vivo e com boa acidez – revelando-se como o par perfeito para uma seleção de queijos duros com mel silvestre ou um bom corte alto de steak.”

Mesmo com capacidade de durar mais três anos, a partir de outubro a garrafa pode ser apreciada na mesa de quem o adquirir na Sonoma. Por ser um vinho de guarda raro e por estar em seu auge, seu valor chega a R$ 300 no mercado, mas na venda do site a unidade sai por R$ 139,90, enquanto a garrafa custa R$ 124,90 na caixa com seis.

O diferencial do e-commerce de Sonoma é a oferta de vinhos raros e difíceis de encontrar por preços muito convidativos. 

O portfólio completo da Sonoma você encontra em www.sonoma.com.br.

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR