Vinhos alsacianos apresentarão nível de doçura no rótulo

Vinhos alsacianos

 

A vinícola Schlumberger já indica a quantidade de açúcar nos vinhos com as categorias seco, meio-seco, meio-doce e doce

Segundo Séverine Schlumberger, do Domaines Schlumberger, a Alsácia está perto de impor normas para identificar o nível de doçura nos rótulos dos vinhos. “Estamos mais perto do que nunca. Estamos pressionando para que isso seja imposto por lei. As cooperativas são contra, já que costumam fazer Riesling doces e não gostam que as pessoas saibam que são doces”, afirmou a produtora.

Na vinícola dos Schlumberger, há muitos anos os vinhos já são classificados de acordo com seus níveis de açúcar residual nas seguintes categorias: seco, meioseco, meio-doce e doce. Os vinhos na categoria seco têm entre 6 e 8g / l de açúcar residual, os meio-secos entre 8 e 16g / l, os meio-doces cerca de 16 a 40-45g / l e os doces acima de 45g / l.

Anos atrás, a Alsace Vintners Association (AVA) obteve aprovação quase unânime para as propostas e planejou introduzir a rotulagem a partir da safra de 2016. A AVA apresentou um relatório solicitando ao INAO que impusesse uma obrigação à rotulagem dos vinhos brancos secos – vinhos com menos de 4g / l de açúcar, ou 7g / l de açúcar nos vinhos com mínimo de 9 g de acidez tartárica, segundo regras da União Europeia. Mas, em 2015, os planos para a rotulagem obrigatória foram suspensos. Agora, segundo Séverine, há nova pressão para a imposição.

Fonte: Revista Adega - bit.ly/2NStfHf

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR