Weber Haus consolida sua participação no mercado japonês

Weber Haus

 

Empresa gaúcha apresentou seus destaques na última edição da Foodex Japan

Com forte atuação no mercado japonês, a destilaria gaúcha Weber Haus participou da Foodex Japan 2019 para apresentar os seus destaques. Considerada a maior exibição de bebidas e comidas da Ásia, a programação reuniu mais de três mil expositores e um público de 85 mil visitantes entre os dias 5 e 8 de março.

Segundo Denise Hörlle, gerente de vendas internacionais da Weber Haus, a empresa já atua no Japão há 6 anos, com um mercado consolidado na área de produtos Premium. ” Nosso distribuidor trabalha com um total de 10 produtos somente Premium”, reforça a executiva. As cachaças envelhecidas em Amburana, Carvalho e Canela Sassafrás são as bebidas preferidas dos japoneses, sendo disponibilizadas em supermercados gourmet, bares e restaurantes.

Com a presença na Foodex, Denise destacou a importância da interação com o público consumidor para que o mesmo pudesse conhecer novas bebidas, ampliando ainda mais a participação da empresa nesse mercado. “Estávamos com estande próprio, facilitando essa interação. No local, havia uma estação de cachaça onde era possível degustar o produto puro, além de provar nossas caipirinhas”, lembrou Denise.

Sobre a H. Weber

Conhecida nacional e internacionalmente pela produção de cachaça artesanal, hoje a Weber Haus já coleciona mais de cem premiações ao redor do mundo. Com canaviais próprios em Ivoti, interior do Rio Grande do Sul, a destilaria atua em 23 estados, além do Distrito Federal. Destaque para São Paulo, além de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul.

No mercado internacional, tem forte atuação nos Estados Unidos, com produtos em 17 estados daquele país. A marca está presente ainda na Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Dinamarca, Eslovênia, França, Holanda, Itália, Japão, Luxemburgo, Noruega, Suécia e Turquia.

Divulgação: .DOC Assessoria de Comunicação

Compartilhe essa página com um amigo ou nas redes sociais:

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR